O Brasil passa das 90 mil mortes, e tudo está bem

Créditos: Joédson Alves

6 min read

A realidade brasileira é um conto de terror. Se a pessoa assiste ao Jornal Nacional, da Rede Globo, fica chocada com os números da doença causada pelo novo coronavírus. Mais de 90 mil pessoas já morreram, sendo que muitas dessas mortes poderiam ser evitadas, seja tendo um bom sistema de atendimento, seja por uma ação nacionalmente coordenada de prevenção. O Brasil não tem nem um, nem outro. No já combalido Sistema Único de Saúde, o que se destaca é a ação quase heróica dos trabalhadores que fazem o impossível para garantir atendimento e bem estar dos pacientes, mas ainda assim não conseguem fazer milagres e muita gente morre por conta da prosaica falta de um respirador. Os depoimentos de familiares são dramáticos, com pessoas tendo de fazer campanha pública para garantir que um pai, uma mãe ou um irmão possam ocupar um leito de UTI.

Por outro lado, no campo do governo federal, toda essa realidade que a televisão escancara parece não fazer cócegas. O presidente do país, que há pouco tempo alegou estar positivo para o coronavírus, segue fazendo aparições públicas, levantando uma caixa de remédio – a hidroxicloroquina – que ele alega ser eficiente para tratar a Covid-19, com a qual se tratou e se recuperou. É uma cena estarrecedora. Ele com a caixa na mão, erguendo como se fosse uma coisa sagrada, e a massa que o acompanha aos gritos de aprovação. Tudo isso num país que está vivendo a pandemia sem um Ministro da Saúde, sendo a pasta comandada por um interino, que é militar e não tem qualquer relação com o setor da saúde.

Sem uma ação nacional e com o presidente do país fazendo troça com a doença, a população vai se arranjando como pode. A maioria seguindo com a vida, indo trabalhar, expondo-se ao vírus quase sem qualquer proteção, visto que até o uso da máscara não é incentivado pelo governo federal. Nas ruas das grandes e médias cidades o comércio está normal e o vai e vem de gente também. A população simplesmente está retomando a vida, mesmo que a curva da infecção esteja crescendo em todo lugar. Os governadores e prefeitos que tentam fazer fechamento ou medidas de restrição são rechaçados e enfrentam movimentações pela abertura total de tudo. Morra quem tenha de morrer. Esse parece ser o pensamento geral. Algo chocante para um país que até pouco tempo era conhecido pela “cordialidade” de seu povo.

O fato é que além do coronavírus, uma boa parte da população brasileira está infectada por informações absurdas e mentirosas, que levam a essas ações irracionais. Para se ter uma ideia, no mundo dos bolsonaristas raiz, as notícias que circulam são as de que a pandemia é uma invenção da China comunista para desestabilizar o governo de Bolsonaro e de Donald Trump. Por conta disso está sendo articulado um plano divino de combate aos chineses e também a todos os inimigos de Trump, que são pedófilos e sequestradores de crianças.

Nos canais do Youtube dos apoiadores do presidente a informação que circula – e se espalha pelo whatsapp – é de que está em andamento um plano mundial, divino, sob o comando de Donald Trump, com o apoio do presidente brasileiro, que vai salvar o mundo dos pedófilos e dos comunistas. Segundo os gurus youtubers, o presidente estadunidense é o enviado de deus para acabar com todo o mal neste mundo, e para isso ele vai contar com a ajuda de JFK Filho que, segundo eles, não morreu, e que estava escondido esperando a hora certa de aparecer. Agora, ele vai ser vice do Trump e liderar a caça aos pedófilos em todo o mundo.

Importante dizer que qualquer pessoa que seja contra o Trump ou Bolsonaro é pedófilo. Existem montagens monstruosas envolvendo artistas e políticos que são fotografados com crianças. Junto à foto, aparece outra foto com a mesma criança, amarrada, torturada, assassinada. É um negócio surreal. Claro que com a boa ajuda do Photoshop. É impressionante que permitam a circulação desses horrores.

Existem também fotos do playboy JFK envelhecido – também trabalhada no photoshop – para “provar” que ele está vivo e que será enviado por deus para salvar o mundo. Argumentam ainda Trump está liderando a implantação de bases militares em cada país do mundo para justamente debelar a rede de pedófilos, que é mundial, e que inclui todos os seus adversários. Essas barbaridades são passadas por youtubers que têm milhões de seguidores que, claro, invocam a deus e nossa senhora. Isso tem levado, inclusive, a pequenos mas raivosos grupos radicais à casa dos artistas ou celebridades que fazem críticas ao presidente, intimidando-os e ameaçando-os, sem que haja qualquer ação por parte da polícia ou da justiça.  

Outra “verdade” bolsonarística é que a Covid-19, além de ser uma farsa, uma conversa inventada pelos comunistas para acabar com Trump e Bolsonaro – por isso, nesses dois países o número de mortes tem sido grande – é também um grande esquema de corrupção envolvendo muito dinheiro. Assim, para garantir que haja bastante morte nos dois países, esse “círculo do mal” estaria pagando 27 mil reais por cada pessoa morta por covid. Eu disse 27 mil reais. Quem estaria levando esse dinheiro? Os prefeitos e governadores comunistas – o que inclui qualquer um que não seja aliado do Bolsonaro, como o Dória, de São Paulo, ou o governador do Rio Grande do Sul que é do PSDB.

Isso não é invenção. São informações passadas nos grupos familiares como verdadeiras. E não há argumentação possível contra elas, nenhuma. É uma irracionalidade elevada à última potência. Qualquer tentativa de refutação a esses absurdos – repito, passados livremente nos canais dos Youtubers – já te coloca na lista ou de pedófilo ou de comunista. Ou seja, já estás marcado para arder no inferno que será criado pela aliança Trump, JFK e Putin (isso mesmo, Putin seria secretamente aliado de Trump) para acabar com todo o mal. Uma guerra mundial que vai purgar os demônios comunistas.

Essas pessoas têm audiência de milhares de pessoas, absolutamente crédulas num fervor religioso.

E nesse caldeirão de irracionalidades a vida vai se esvaindo. Há pouquíssimas ações por parte das Centrais Sindicais, dos Partidos Políticos, dos movimentos sociais. Quase nada. Boa parte das lideranças ditas de esquerda está empenhada na construção de candidaturas para as eleições do final do ano, como se tudo estivesse normal. No Congresso Nacional o governo federal vai passando suas propostas a favor do capital e o desemprego alcança índices astronômicos – só nos últimos três meses mais de oito milhões de pessoas perderam o emprego, somando a um exército de uns 12 milhões já desempregados.

Por enquanto, as pessoas estão acuadas, em casa ou tentando escapar do vírus. Sabe-se lá o que vai acontecer quando a realidade assomar sem véus, para além dos factoides provocados diariamente pelo presidente do país. O Brasil é esse terror e essa incógnita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *